Buscar
  • Campanha Janeiro Marrom

O crime continua...

Mas não se trata apenas de uma questão narrativa. Também discutiremos a concretude da realidade: como estamos após 2 anos da evacuação forçada das mais de 500 pessoas, quando soaram as sirenes da barragem Sul Superior, da Mina de Gongo Soco (Vale), que separou as comunidades de Socorro, Piteira, Tabuleiro e Vila do Gongo dos seus lares, da sua cultura e de suas sociabilidades.⁣

Para viralizar nosso protesto, aglomeramos forças junto a representantes de coletivos e movimentos sociais, ambientais e de comunicação. Assim apresentamos esta semana de lives (que será transmitida em nosso canal YouTube, que está na nossa bio), na qual discutiremos temas relevantes para o Quadrilátero Ferrífero, estabelecendo conexões com outros impactados pela mineração imprevidente que é praticada em tantos territórios.⁣

A proposta, nesse sentido, visa dar mais visibilidade aos diretamente impactados pela mineração sem, no entanto, deixar de ouvir a voz de quem há muito aglutina forças nessa luta.⁣

Por isso pedimos o seu apoio. Curta, comente, compartilhe. Some forças à essa luta!


27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Instagram
  • Twitter
  • Facebook

© 2021 Site da Campanha Janeiro Marrom  criada pelo Guto

  • Instagram
  • Twitter
  • Facebook