top of page
Buscar
  • Foto do escritorCampanha Janeiro Marrom

Brumadinho - 1 ano: o crime da Vale na mídia mundial

O marco de um ano do rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, em Minas Gerais, no dia 25 de janeiro de 2020, trouxe o tema novamente para a mídia nacional e internacional. Novos detalhes do rompimento vieram à tona para reforçar a gravidade do crime cometido contra as 272 vítimas e suas famílias, além das comunidades, animais, águas e paisagens.


Em diversas partes do mundo, o maior crime socioambiental do Brasil foi relembrado. As perdas humanas, a saúde psicológica dos familiares das vítimas, a minerodependência, a destruição do rio Paraopeba e das comunidades atingidas pelo rompimento, a espera por justiça e pela garantia da não repetição do crime foram os temas mais abordados pelos veículos de comunicação.


O medo de outros rompimentos e de mais mortes e destruição é motivo de inquietação para milhares de pessoas nos municípios mineiros. A capital do estado, Belo Horizonte, pode ficar sem água caso as barragens sem estabilidade garantida se rompam. O clima de tristeza e incerteza ainda domina e a população pede justiça e a reparação dos danos, em Brumadinho, um ano após o crime da Vale.


A campanha Janeiro Marrom tem o objetivo de alerta sobre os riscos da mineração e não deixar que o crime da Vale em Brumadinho seja esquecido.





















42 visualizações0 comentário

Komentáře


bottom of page